Nota de Repúdio às Declarações de Jacques Wagner contra a OAB

“A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), em solidariedade ao Conselho Federal da Ordem, repudia veementemente as declarações desrespeitosas do atual chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff, Jacques Wagner, em diálogo com o novo ministro da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva, em que, de forma vil, usa palavras de baixo calão, inapropriadas para autoridades do mais alto escalão do governo federal, para se referir à entidade.

Como representante da Sociedade Civil e com seu dever legítimo de defender os direitos dos cidadãos que vêm sofrendo ano após ano em decorrência dos atos de corrupção, não pode, não deve e não se calará. São mais de 80 anos de uma história alicerçada no respeito à democracia, defesa dos direitos e cumprimento de seus deveres e a OAB-MT, assim como todos os cidadãos de bem, não tolera tamanho desrespeito que, infelizmente, parece ter se tornado rotina em alguns setores da administração pública.

A OAB-MT marca sua posição no combate à corrupção, não apenas ouvindo as vozes das ruas, mas se somando a elas e exige respeito à advocacia brasileira.”

Leonardo Campos Presidente da OAB-MT